A vingança grega!

   Que os gregos e romanos tinham deuses para tudo, é de conhecimento geral, porém um dos principais cultos tanto na Grécia como em Roma eram os dos deuses da vingança. Geralmente eram deuses e deusas do submundo como as Fúrias, este nome usado em Roma, ou Erínias na Grécia. Seus nomes eram Tsífone (Castigo), Megera (Raiva Ciumenta) e Alecto (Interminável). Todas eram criaturas pavorosas, que nasceram do sangue de Urano que caiu sobre a Terra (Gaia),  quando este foi castrado. Viviam nas profundezas do Hades onde torturavam os culpados. Eram invocadas em rituais de sangue e vingança entre famílias e traição entre amantes. Posuíam um corpo de mulher velha, cabeça de cão e cobelos de serpentes. Não confundir com as górgonas.

    Outra figura importante no Olimpo, quando se tratava de vingança, era a deusa Nêmesis, que significa Vingança Divina. A filiação de Nêmesis é um tanto complicada, pois alguns mitos a tomam como filha de Zeus e de sua segunda esposa, a titânide Têmis; outros a colocam como filha da Deusa Nix e de Érebus, deuses da noite, enquanto outros a colocam como uma titânide concebida no momento em que Gaia deu à luz a Têmis.

    Outro mito ainda nos conta que ela é filha de Afrodite e Ares.

    No entanto, o papel desta deusa é de trazer a justiça divina (olimpiana) aos mortais que ofenderam os deuses. Era uma deusa que residia no Olimpo, apesar das dúvidas quanto à sua origem ser trevosa ou não.

   De qualquer modo, a maioria dos contos sobre esta deusa em particular apontam para o fato de que ela foi educada junto às Moiras, (Parcas para os romanos), Clothos (a que torce o fio), Lachesis (a que enrola e mede) e Athropos (a que corta), as deusas que determinam o destino e o fio da vida de mortais e deuses.

   Têmis, ou Justitia para os romanos, foi a segunda esposa de Zeus e é a representação da justiça na Terra. Ainda hoje os tribunais terrestres carregam sua imagem com a venda, símbolo que a justiça é cega; em uma das mãos a balança, simbolizando que a justiça é ambígua, e pode pender para os dois lados; em outra mão Têmis carrega a espada simbolizando a punição mortal e divina. Estes atributos das duas deusas Têmis e Nêmesis (não descartando ser uma mãe da outra), foram segundo as fontes disponíveis, aprendidos com as Moiras. Sendo deusas do destino, dos deuses e da humanidade, a vingança e a justiça eram conceitos muito semelhantes aos vaidosos imortais. Tão profundamente humano!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s